Ações práticas de Marketing para promoção do micro e pequeno negócio

“Estar nas redes sociais, dominar o Whatsapp e firmar parcerias são essenciais para o sucesso; porém, contar uma história atraente vai conectar o seu potencial cliente com a sua solução”, diz especialista


Se você é micro ou pequeno empreendedor ou ainda é um “candidato a empreendedor”, você precisa estar presente no universo online. Já pensou que cerca de 100 milhões de brasileiros são ativos só no Instagram, a rede social mais usada no Brasil, depois do Whatsapp? É nesse ambiente que você pode validar ideias, produtos ou serviços, ou mesmo alavancar o seu negócio com custos muito mais baixos que no mundo “real”. Já parou para pensar nisso?

 

Agora, pense apenas no seu perfil de uma das redes sociais que você usa. Quantas pessoas existem por lá? Colocando uma simples enquete, você já terá um extrato do que pode vir a ser o futuro do seu negócio. Além disso, você pode receber ideias de melhoria, contribuições que vão calibrar o seu pensar. Antes, ninguém sairia do lugar sem uma pesquisa de mercado, com custos altos.

 

Por isso, é importante que o mundo digital, um ambiente de comunicação que, por consequência, congrega várias ferramentas de Marketing, precisa de um olhar cada vez mais atento dos empreendedores. Seja para que eles coloquem a mão na massa ou mesmo para saibam qual o tipo de ajuda devem procurar. “Trata-se de um espaço democrático e fértil para os novos negócios”, diz o especialista e gestor em Marketing e Vendas para Micro e Pequenas Empresas, Wagner Lima.

 

No ano passado, de acordo com levantamento do Sebrae com base em dados da Receita Federal, foram abertas mais de 3,9 milhões de pequenas empresas no Brasil, sendo 80% eram micro negócios. “Ninguém espera que você (empreendedor) seja um marqueteiro, mas entender de como promover o seu negócio se transformou em disciplina básica para quem quer começar seu negócio”, explica Lima, que reúne mais de 15 anos na área, sendo os últimos 3 dedicados aos micro e pequenos.

 

Para ajudar o empreendedor iniciante, ele recomenda três passos simples que vão dar visibilidade ao seu negócio e, consequentemente, vão atrair clientes: em primeiro lugar tenha uma conta no Instagram, a rede social mais democrática atualmente; “mesmo que seu negócio ofereça soluções para outras empresas, é no IG onde as pessoas estão e, se a pessoa curtir, ela vai levar a informação para o círculo profissional dela”.

 

O segundo passo é ter uma conta de Whatsapp Business instalada em seu celular para que você consiga atender seus clientes rapidamente de uma maneira precisa. “E não esqueça de usar todas as funcionalidades que essa ferramenta oferece. Com ela você tem funções como vitrine e organização de status de clientes”, destaca o especialista. E, por fim, forme parcerias de negócio.

 

 

No entanto, quando o assunto é parceria é importante entender que: “todo mundo quer resolver o seu, antes de ajudar o outro. Por isso, parceria precisa ser um ganha-ganha. Ofereça benefícios para as pessoas te ajudarem e se coloque à disposição para ajudar, mediante benefícios a serem recebidos”. Isso é negócio”, complementa Lima. Mas ele explica que para isso é necessário fazer com que os outros entendam que valor você pode agregar ao negócio dele.

 

Segundo ele, com essas três ações você começa a ter visibilidade e acompanhamento dos seus clientes e potenciais. Porém, o que faz com que essa engrenagem comece a gerar interesse é a “história que você vai contar para a sua audiência, ressalta. “Ninguém quer nada seu. Tenha clareza disso. As pessoas buscam em você alguém que possa oferecer uma solução para uma dor ou um desejo que ela tem. Por isso, esteja afiado em dizer como sua solução vai ajudar as pessoas”.